Para os produtores de elenco de novela, filmes, séries, o mais importante parece ser a beleza. Só isso pode explicar a escolha de determinados atores, que estão sempre presentes em várias novelas, basicamente fazendo o mesmo personagem.

Rico ou pobre, bandido ou mocinho, não importa. Alguns atores não conseguem fugir ao estereótipo do galã para toda obra.

Rodrigo Lombardi é um desses atores. Ele estreou na Globo na fracassada Bang Bang e, depois, foi emendando uma novela na outra. Não importa a trama, os gestos, os rostos, tudo é a mesma coisa.

O segundo desses atores é Malvino Salvador. O manauense surgiu no remake de Cabocla e manteve-se em evidência e fica no ar praticamente todo ano. O galã é um desses atores que povoam os sonhos das mulheres que veem novelas. É famoso, principalmente pela barriga tanquinho, mas se repete novela após novela.

MAIS DO MESMO

Jayme Matarazzo merece estar neste grupo de atores pelas mesmas razões. Ele é um galã com menos de 30 anos e incorpora o bom moço em todas as novelas que fez até agora. Neto da cantora Maysa, estreou na Globo com a força do pai, o diretor Jaime Monjardim, é o genro que todo mãe sonhou e isso se sucede em todas as tramas. De Escrito nas Estrelas até Haja Coração, sempre o jovem esforçado que faz de tudo para promover o bem etc. e tal.

Marcos Pasquim compôs por muito tempo o grupo de atores descamisados em novelas. Teve a primeira oportunidade em Cara & Coroa, de 1995, caiu nas graças do autor Carlos Lombardi e economizou figurino em grande parte das novelas em que atuou.

Tem jeito e postura de homem, encarna o macho alfa que as mulheres tanto desejam. Quando a Globo resolveu lhe dar uma oportunidade de fazer algo diferenciado, um personagem gay, as pesquisas indicaram que o público não queria vê-lo representando este tipo de papel. Fica no grupo dos atores de um só personagem com louvor e distinção.

Completando a lista, Anderson Di Rizzi, que até agora só fez tipos abobalhados e em novelas de Walcyr Carrasco. Tem muita oportunidade de fazer a diferença se souber administrar a carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.