maio 2, 2018

Chutar a porta quando se perde um trabalho é decisão imatura

Chutar o “pau da barraca”, sair esbravejando de um trabalho ao ser demitido. Em tempos de relações tão líquidas, este comportamento pode eliminar possibilidades de trabalho. Ok, beleza. Você foi demitido, assim do nada. Qualquer pessoa ficaria muito chateada, puta da vida mesmo. Pela sua cabeça passarão conceitos como justiça, injustiça, respeito, desrespeito. Reconhecimento, afinal. Quando a gente é muito jovem, este tipo de comportamento até é compreensível. Com o passar do tempo, porém, isso se revela uma tremenda imaturidade. Perdoe o clichê, mas a vida é feita de ciclos. Hoje você está na pior, amanhã a situação muda. Como bem cantou o Lulu Santos, “a vida vem em ondas, como o mar, num indo e vindo infinito”. Como bem disse o letrista, “nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia”. Se você tiver dois minutos de sangue frio, certamente chegará à conclusão que […]
julho 11, 2017

O QUE É BOM EM VOCÊ? QUAIS SÃO OS SEUS MÉRITOS?

O que é bom em cada um é uma pergunta bem complicada de responder. Porém, mesmo em momentos de crise é importante cuidar da auto-estima. Vamos combinar que, como cantaria Kátia, “não está sendo fácil”. A sequência de más notícias – tanto na política como na economia nacionais e internacionais – tenta nos levar à lona. Em situações assim, é muito comum a gente se deprimir, se colocar pra baixo, não ver muita perspectiva em nada. Quando a gente leva isso para o plano pessoal, um pouco de cautela não faz mal a ninguém. A auto estima e o amor próprio tendem a ir ao chão. Segundo o site Escola de Psicologia, “a autoestima surge da auto-imagem positiva que temos de nós, é algo que de forma pro-activa construímos. A autoestima não se constrói na passividade, nem quando pensamos que vem dos acontecimentos exteriores, a autoestima desenvolve-se no mundo real. O […]
abril 14, 2016

Auto engano: o meu é mais cheiroso

Auto engano é uma erva daninha que nos impede de enxergar a verdade. Seja por comodismo ou medo, o auto engano afeta nossas relações com os outros e, principalmente, com nós mesmos. O grande trunfo de enxergar a verdadeira realidade e não aquilo que fantasiamos estar vivendo, muitas vezes não é uma tarefa fácil. Ler o livro do Eduardo Giannetti mudou a forma como eu via muitas coisas. Confira a sinopse da obra, publicada pela editora Companhia das Letras: “Este é um livro sobre as mentiras que contamos a nós mesmos. Mentimos para nós o tempo todo. Adiantamos o despertador para não perder a hora, acreditamos nas juras da pessoa amada, só levamos realmente a sério os argumentos que sustentam nossas crenças. Além disso, temos a nosso próprio respeito uma opinião que quase nunca coincide com a extensão de nossos defeitos e qualidades. Sem o auto-engano, a vida seria excessivamente […]