Abandonar a profissão porque o seu amor recebeu uma proposta de trabalho espetacular. Será que esta decisão tem chances de ser bem sucedida?

Quando a gente é muito jovem, a tendência é a gente cometer algumas “loucuras” em nome de um grande amor. O tempo passa, as ilusões e desilusões aparecem, se confirmam e é natural que nos reposicionemos diante de várias situações.

Hoje, eu afirmo sem dúvida alguma: abandonar a profissão por amor é algo que está totalmente fora da minha realidade. Eu não faria isso de forma alguma.

Esta decisão tem um argumento muito simples. Quando você perde a própria individualidade, terá que ser muito, mas muito generoso e benevolente para não cobrar isso do outro.

Eu resolvi gravar este vídeo porque o assunto está em pauta na novela das 21 horas, Segundo Sol. O personagem de Fabrício Boliveira, Roberval, quer que Cacau (Fabiula Nascimento), deixe o comando do restaurante para viver à sombra dele.

Abandonar a profissão gera “fatura” impagável

Outra motivação que eu tive foi a homenagem prestada ao ex-goleiro da Seleção Brasileira de Futebol, Júlio César. O craque foi louvado pelos torcedores e diretoria do Flamengo. Chamou-me a atenção o fato de absolutamente ninguém dizer nada sobre Susana Werner.

A mulher do jogador largou a carreira de atriz para seguir o marido, contratado por times estrangeiros. Em tempos de empoderamento feminino, é uma decisão que costuma provocar alguns “arrepios” nas feministas de plantão.

Nunca saberemos se Susana se tornaria uma grande estrela da dramaturgia. Só temos certeza que ela conviverá para sempre com esta dúvida. Sem fazer proselitismo, acho que ela deveria ao menos ser lembrada durante a homenagem.

Mas talvez isso seja exigir demais num país machista e patriarcal como o nosso. Se você está vivendo esta dúvida, reflita muito. Avalie se dará conta de abandonar a sua profissão deixará você tranquilo consigo mesmo. Mediante qualquer hesitação, escolha a carreira profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.